“ Faça da sua vida a maior adoração que você pode fazer a Deus. Seja Feliz, pois é o que Deus quer de cada um de nós!”(Padre Fábio de Melo).

Vocês acreditam no acaso? Sabe que eu não acredito. Quando eu acho que foi por acaso, eu vejo que tinha um propósito, aquele encontro, aquela frase, aquele Podcast, aquela música….

Eu sem saber exatamente o que gostaria de compartilhar com vocês, que pudesse fazer sentido e que trouxesse reflexão, aí leio essa frase enquanto voltava de um passeio que fiz no final de semana da Páscoa.

Da mesma forma não por acaso, mas sim porque eu procurei, fui passear em uma reserva protegida pelo Governo de Portugal, o arquipélago das Berlengas e foram momentos muito reflexivos para mim.

Conectar com a natureza, com a simplicidade e a beleza que reside na obra prima que é a nossa casa “TERRA” e o quanto esta paz e esse respeito e reverência me alimentam.
Mas ao mesmo tempo fico pensando como podemos ignorar tanta facilidade para levar a vida em troca de uns desafios que vão ficar todos aqui quando fizermos nossa passagem. Passagem pra onde? Não sei cada um com suas próprias convicções. Eu tenho as minhas.
Porque é tão necessário definir lei para proteção de um lugar mágico para que o homem não o destrua?

Bom, Domingo de Páscoa! Renascimento! Hora de entender a mensagem do Universo. O único compromisso que temos é o de ser feliz todos os dias, mas o grande desafio é entender que não há felicidade se não for para todos, não há salvação se não entendermos que a terra e suas ofertas, são PARA TODOS!

Foi um dia mágico de extrema beleza e resolvi compartilhar a experiência fazendo a ponte com as nossas responsabilidades enquanto cidadãos do mundo.

Minha reflexão ficou entorno da responsabilidade na escolha dos nossos dirigentes e a relação com o que há de mais urgente neste momento, SUSTENTABILIDADE. Precisamos fazer nossas escolhas com consciência, entender o nível de responsabilidade de cada candidato, principalmente ler o programa de governo de cada um deles e entender o que eles estão se comprometendo realizar. Lembrar que os *17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável envolvem muitos compromissos que precisam ser considerados nos programas de governo.

Lembrando que o que Deus espera de todos nós é que sejamos felizes! Nenhum de nós será totalmente feliz enquanto avistarmos de nossas janelas as indiferenças e as diferenças, a pobreza e a segregação, a desigualdade que doí, o desamor…. Precisamos estar alinhados com o movimento e o fluxo do Universo que é circular, que envolve todos que não é excludente.

Façamos nossas escolhas pelo AMOR incondicional. Sejamos a gota que completa e que não pode faltar no oceano.